8.2.06

"Eu te espero"


O barulho em meio ao corredor era ensurdecedor. Cadetes que não paravam de comemorar não sei bem o quê. Mas um deles não parecia tão feliz, ao telefone ouvia coisas que pelos seus olhos davam para ver que não eram boas. Perdia as palavras, o mundo parecia deixar de existir, o chão sumia.
Isso me faz lembrar a cena do filme "Soldado Anônimo", em que o personagem fala com a namorada no orelhão. O menino, que nem sei o nome, nem quem é, chorou. Sozinho em meio aos outros totalmente alheios. Ele naquele corredor, dentro de uma Academia longe de todos aqueles que sempre o protegeram.
Ficou melhor, seguiu com seus treinos e estudos. Provavelmente está bem com sua amada, se não está, ao menos desejo, seja lá quem ele for.
Só que ninguém lhe tirará o medo da perda, do terrível sentimento de quem fica na estação da vida, enquanto vê o outro partir. Por isso, digo a todas as namoradas que não pensem que estar lá dentro é mais fácil. Que o difícil é estar aqui para serem tentadas pelos caras "acessíveis". Eles precisam muito mais do que imaginamos daquele bendito telefonema de boa noite, de uma voz do outro lado dizendo "eu te espero". Esse é o "eu te amo" militar, é um "eu te espero" que já simboliza um amor maior que qualquer superação que um casal comum tenha que passar.
Para as novatas eu desejo que tenham firmeza no namoro de vocês. Não levem em consideração as piadas dos outros cadetes mais velhos: "Fulano receberá o troféu do chifrudo", "Fulano será o primeiro a trair"... Isso é pura pressão. As cadetinas não são ameaça para vocês, pois é vocês que eles esperam do outro lado da linha.
Eu estava lá naquele sábado vendo os novos cadetes engressarem na academia. Havia um peito estufado de orgulho em cada um que atravessou aquele portão. Mas eles mal sabem os campos tenebrosos que os aguardam. Os fins de semana perdidos, o cansaço, a dor da saudade tão forte como uma dor física. Todas as datas comemorativas longe dos que amam. Mas eles têm a vocês. Têm quem diga: "Seja forte". Isso é a energia que os move, se não o sabem, isso tem mais valor que qualquer alimentação equilibrada. Pois nada pode disvirtuar mais um homem daqueles que o telefonema que diz: "Adeus".
Para as que já esperam o fim da Aman, a explosão da bolha que os libertará, coragem, pois agora ele precisará não mais da namorada e sim da mulher que pega a mala e diz: "vou contigo".
Já sei, já sei. Você está pensando: "Vale a pena largar tudo por alguém que pode me deixar um dia?"
Bom, isso me faz lembrar a história que ouvi esse ano de uma velhinha:
"_Eu sou argentina. Professora de alemão. Quando tinha 20 anos conheci um brasileiro da marinha. Em três meses casamos e vim para o Brasil. Larguei tudo e todos na Argentina. Vivemos intensamente um amor de 50 anos. Ele morreu. E posso dizer o que já sabia naqueles 3 meses de namoro: Ele foi o grande amor da minha vida."
Pensem, pois qualquer cara pode dar uma estabilidade a vocês, fincarem suas vidas numa casa na metrópole. Mas um só é capaz de te fazer feliz em qualquer lugar. Então, não os perca, pois não tentar é o maior erro de nossas vidas. Não faça do pessimismo dos outros a sua meta de vida, pelo contrário, diz "xó" para as energias negativas e mentalizem que tudo vai dar certo!
Desejo realmente que vocês sejam muito felizes e que seus namorados se tornem futuros grandes oficiais!
Beijos!

3 Comments:

Anonymous Luma said...

Nossa simlesmente é o q eu tô passando, o final desse texto me faz refletir em muita coisa...Li voce escreve muito bemmm menina!

quarta-feira, fevereiro 08, 2006 1:32:00 AM  
Anonymous Clarissa said...

Nossa... vc arrebenta na escrita, hein?!?!? Tb parei pra pensar em algumas coisas... Tenho certeza que o meio do texto vai ajudar algumas meninas que estão começando o namoro!!!!
Bjocas

quarta-feira, fevereiro 08, 2006 1:16:00 PM  
Anonymous Flávia said...

iihh...chorei de novo! =P impossível não se identificar..vc expressa nossa realidade mto bem!
sou sua fã!

Bjo =***

quarta-feira, fevereiro 08, 2006 7:15:00 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home