21.1.06

Amar o sonho do outro


A dor de quem fica e de quem parte é a dor da distância de um abraço, um beijo, que ficam interrompidos até o próximo reencontro.
E ficam as deliciosas lembranças dos risos, dos toques, cheiros, gostos de mais uma férias que se passou. Voltamos a esperar os telefonemas, a tentar outra vez a cada linha ocupada, a mandar cartas, aguardar ansiosamente todos os fins de semana.
Meninas, namoradas de Cad. da Aman, não entristeçam seus corações com a partida, pois eles precisam do nosso sorriso, mesmo que este tenha que esconder a dor da saudade já premeditada. Sejam fortes, pois seu futuro será cheio de despedidas e retornos, porém, não menos cheio da intensidade de cada beijo de boas vindas.
Diziam-me que era muito difícil um relacionamento com um milico, não discordo, contudo, é tão difícil quanto qualquer outro. Só que meu amor, como o de vocês, deve renovar suas forças a cada dia para esta batalha. Disso depende o futuro deles, a felicidade que eles buscam profissionalmente. Quem ama cuida do sonho do outro como se fosse seu.
Um abraço muito forte a todas.
Muita saúde e energia boa para este 2006.

2 Comments:

Anonymous LOBOBLANCO said...

A MULHER QUE AMA UM MILITAR É DIFERENCIADA DAS DEMAIS, NAO É COMUM ESTE SENTIMENTO PORQUE TEM A VER MUITAS AREAS DA VIDA QUE A MULHER COMUN NAO ENTENDE..EU TAMBEM JA FUI POLICIAL.

quarta-feira, janeiro 25, 2006 7:49:00 PM  
Anonymous Fernanda said...

Adorei o Blog...
comecei a namorar um cadete nao tem uma semana e eu já to sofrendo com essa saudade...
soh vou ve-lo em fevereiro... no dia do meu aniversario talvez... eu estou ficando desesperada...
beijos!!!

domingo, janeiro 29, 2006 5:25:00 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home